Preparando e Validando a Tese de Investimento da Startup

No Brasil, muitos carecem de apoio financeiro no início de seus negócios. No caso de fundadores/empreendedores de Startups uma base em finanças é fundamental, principalmente devido às características que diferenciam startups das empresas tradicionais.

Por essa e outras razões e buscando mudar um pouco esta cultura, nesse artigo dou sequência aos artigos anteriores na educação financeira do empreendedor/fundador de um negócio Startup na captação de investimento. O conteúdo que segue também é extremamente útil a mentores e investidores que estão iniciando no “Mundo das Startups”.

Recentemente apresentei, na Digital House e depois no LIAG da Unicamp, uma palestra sobre a relação direta entre um “Plano de Negócios”, simples, claro e objetivo necessário a uma Startup que busca investimento em suas fases iniciais e o formato do discurso ao investidor (pitch). Na palestra mostrei quais são os slides essenciais (deck) e o caso bastante interessante da Airbnb. Porém, antes de um fundador preparar um pitch é importante que ele aprenda um mínimo sobre investimento de capital de risco e faça uma avaliação do seu negócio, pois uma avaliação correta facilita investimentos e reduz perda de tempo e stress nas negociações.  Forneci também um quadro (canvas) de diagnóstico que ajuda a melhorar a precisão na avaliação do potencial de uma ideia de negócio de uma startup em suas fases iniciais, do conceito até a entrada no mercado.

Neste post apresento duas planilhas que podem ajudar muito na preparação pré-pitch.

Planilha de Estrutura de Tópicos do Pitch

Ela permite identificar as validações que convencem os investidores de que sua Tese de Investimento é crível. Com ela, aponte exemplos internos, como dados, métricas e marcos alcançados, e exemplos externos, como sucessos de empresas semelhantes, mudanças de tecnologia e tendências de mercado.

Observe que para cada slide do pitch ao investidor, apresentado na planilha (Problema, Solução, Cliente Ideal, Tamanho do Mercado, Aquisição de Clientes Modelo de Negócios, Concorrência, Equipe e Finanças) é dado uma sugestão do que é necessário incluir para atrair o interesse de investimento, bem como as validações internas e externas feitas.

Planilha de Estrutura de Tópicos do Pitch

Download da planilha de Estrutura de Tópicos do Pitch

Planilha de Validações da Startup

À medida que a startup realiza tarefas – como lançar uma versão inicial do produto, inscrever clientes pagantes, atrair membros experientes da equipe ou solicitar uma patente – o risco da startup é reduzido. A identificação de sua lista de validações fornece evidências que ajudarão a convencer os investidores de que a tese de investimento dos fundadores é válida e solidificará a argumentação sobre necessidades financeiras.

Observe que para cada categoria de validação (Tecnologia/Produto, Mercado/Clientes, Execução/Equipe, Capital/Recurso) temos algumas questões a serem refletidas e uma lista de validações que deve responder a essas questões.

Planilha de Validações da Startup

Download da planilha de Validações da Startup

Considerações Finais

Espero que as informações fornecidas aqui sejam úteis.

Se precisar de ajuda na preparação da Startup para busca de investimento entre em contato.

Se gostou, por favor, compartilhe. Abraço, Ɲεi Ԍяαn∂σ (@neigrando)

Sobre o autor:

Nei Grando é diretor executivo da STRATEGIUS, teve duas empresas de tecnologia, é mestre em ciências pela FEA-USP com MBA pela FGV, organizador e autor do livro Empreendedorismo Inovador, é mentor de startups e atua como consultor, professor e palestrante sobre estratégia e novos modelos de negócio, inovação, organizações exponenciais, transformação digital e agilidade organizacional.

Detalhes: aqui, Contato: aqui.

Artigos Relacionados